Pular para o conteúdo

Viver em Belo Horizonte é uma experiência única. A cidade reúne as vantagens de uma metrópole com a qualidade de vida do interior. É fácil se contagiar com a alegria mineira e começar a se acostumar com o sotaque da região. Afinal, com todo o carinho do povo mineiro, em pouco tempo você já se sente em casa! Não é à toa que os belo-horizontinos são conhecidos por sua hospitalidade.

Economia da cidade

Além de ser a sexta cidade mais populosa do Brasil, Belo Horizonte é a quarta maior economia do país, representando sozinha 1,46% do Produto Interno Bruto (PIB). Cerca de 100 mil empresas estão registradas na cidade, com um grande pólo industrial, comercial e de serviços.

A cidade é localizada em um eixo-logístico, sendo sua logística facilitada graças à malha ferroviária e rodoviária.

História de Belo Horizonte

Belo Horizonte foi constituída para substituir Ouro Preto como capital de Minas Gerais, na década de 1890, após o fim da corrida do ouro e o surgimento da República. No projeto original de BH, que planejava 200 mil habitantes, já se encontravam demarcados os principais bairros da atual região centro-sul. Seus primeiros habitantes oficiais foram funcionários públicos que construíram a cidade (dando origem ao famoso bairro Funcionários).

Em pouco tempo, a nova capital cresceu de forma extraordinária, passando o número de 1 milhão de habitantes em menos de 75 anos de fundação.

Cultura

Belo Horizonte também é conhecida como referência cultural e histórica, mesclando sua existência com os acontecimentos políticos e sociais do povo brasileiro. BH possui diversos museus como o Memorial Minas Gerais Vale, Centro Cultural Banco do Brasil Belo Horizonte, Palácio das Artes, Museu de Arte da Pampulha e o Museu de Artes e Ofícios, que são possuem grandes acervos da cultura, da arte e da estética brasileira. Não podemos esquecer da importância da culinária mineira, marcada por delícias como o pão de queijo, o queijo minas, o doce de leite e o feijão tropeiro.